Ação sobre o uso racional de medicamentos realizado pela Secretaria Saúde vence concurso estadual

Uma ação preventiva desenvolvida pela Secretaria Municipal da Saúde durante a Semana pelo Uso Racional de Medicamentos, no dia 1º deste mês, rendeu premiação no 2º Concurso Artístico “Farmácia Vai à Escola”, promovido pelo Governo do Estado, através das secretarias estaduais da Saúde e Educação. A atividade ocorreu na Escola Estadual de Ensino Fundamental Dinah Neri Pereira, na localidade de Barragem do Capané, e a lista dos premiados divulgada nesta quarta-feira (22/06) reconheceu o trabalho do estudante do 3º ano Rhay Loreto Monteiro. Assim como a professora que liderou o projeto na escola, Lucia Helena Caetano Trindade, e a farmacêutica da SMS, Fernanda Rohde, o aluno será premiado em evento previsto para a próxima quinta-feira (30/06), às 9h, no Auditório do Sicredi. Cada um receberá como prêmio um tablet adquirido pelo Instituto Nacional de Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia.

concurso recebeu a inscrição de 840 trabalhos, dos quais 41 foram classificados nos formatos audiovisual, gráfico e textual. Na área de atuação da 8ª Coordenadoria Regional da Saúde houve premiados das cidades de Caçapava do Sul, Ibarama e Lagoa Bonita do Sul, sendo apenas um cachoeirense. A Campanha Farmácia vai à Escola visa desenvolver atividades educativas em ambientes escolares sobre o uso racional/apropriado de medicamentos e descarte correto destes, contribuindo para a conscientização sobre o tema e formando multiplicadores.

Na intervenção junto a escola do interior, a coordenadora farmacêutica das unidades básica e especializada do SUS na SMS, Fernanda Rohde, alertou para os riscos à saúde causados pela automedicação, destacando o uso indiscriminado de remédios e sua responsabilidade nos altos índices de intoxicação na saúde pública, envolvendo ainda quadros de dependência e de complicações resultantes até em morte. Esta foi a primeira edição que o programa estadual inseriu os municípios na mobilização das equipes de saúde e escolas nas categorias fundamental, médio e educação de jovens e adultos (EJA).

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse com a Fandango