Novos Juízes de Direito tomam posse em Comarcas do interior do estado

Esta semana marcou o início da carreira de 21 novos Juízes de Direito no Rio Grande do Sul.  O grupo assume depois de quatro meses de preparação no Curso de Formação Inicial, ministrado pela Escola Superior da Magistratura (ESM) em parceria com a Corregedoria-Geral da Justiça.

A Juíza de Direito Flávia Paese Vaz Ribeiro Vanoni, primeira colocada no concurso, assumiu a Vara Judicial na Comarca de Agudo. “Inicio meu trabalho na Comarca de Agudo com grande orgulho e felicidade. O começo da carreira é desafiador. Contudo, conto com o auxílio de uma equipe de servidores e estagiários capazes e dedicados que assumiram, ao meu lado, o compromisso de prestar uma jurisdição de excelência para toda a comunidade” resumiu a magistrada.

O segundo colocado no certame, Juiz de Direito Raphael Miller de Figueiredo, tomou posse como titular da 2ª Vara Judicial e Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Jaguarão. O ato foi realizado no salão do Júri do Foro da cidade, sem a presença de convidados. “Hoje, em meio à pandemia, assumo a 2ª Vara Judicial de Jaguarão, cidade que escolhi com muito carinho para ser minha primeira Comarca. A expectativa é grande e a receptividade da comunidade, servidores e do meu colega, Régis Pedrosa Barros, titular da 1ª Vara Judicial, tem sido a melhor possível. Tenho certeza que serei muito realizado por aqui. Embora em tempos difíceis, estou muito feliz, orgulhoso e, principalmente, ciente da responsabilidade que está por vir. Espero corresponder às expectativas e contribuir com a sociedade jaguarense, a qual, com muita honra, agora faço parte”, concluiu o magistrado.

Em todas as solenidades, houve a presença de poucos servidores e todos respeitaram o distanciamento social e usaram máscaras.

A Juíza-Corregedora Geneci Ribeiro de Campos falou sobre a posse dos Juízes neste momento de pandemia: “Os novos magistrados assumiram nas respectivas Comarcas durante o estado de calamidade pública. A crise é um desafio ao exercício da jurisdição. Ações e iniciativas precisam ser adotadas para o pleno desenvolvimento das atividades, sempre buscando minimizar os riscos e impactos do momento. Eles assumem com a missão de promover a pacificação social e assegurar soluções rápidas e eficazes dos conflitos. Os magistrados saberão atuar com serenidade e planejamento com o escopo de oferecer a melhor resposta à sociedade”.

Confira os magistrados e as respectivas Comarcas onde passam a atuar:

 Nome   Comarca

 

1 Alice Alecrim Bechara Guarani das Missões, Vara Judicial
2 Ana Lúcia Todeschini Martinez Santo Antônio das Missões, Vara Judicial
3 Arthur Gabriel Campos Guimarães Itaqui, 1ª Vara Judicial
4 Bruno Enderle Lavarda Coronel Bicaco, Vara Judicial
5 (E) Cristina Son Três de Maio, 1ª Vara Judicial
5 (D) Priscilla Danielle Varjão Cordeiro Três de Maio, 2ª Vara Judicial
6 Diego Viegas Sato Barbosa São Pedro do Sul, Vara Judicial
7 Edvanilson de Araújo Lima Rodeio Bonito, Vara Judicial
8 Fernando Gustavo Meireles Baima Itaqui, 2ª Vara Judicial
9 Flávia Paese Vaz Ribeiro Vanoni Agudo, Vara Judicial
10 Hélen Fernandes Paiva Canguçu, 1ª Vara Judicial
11 Iana Carboni Oliveira Cerro Largo, 1ª Vara Judicial
12 Leila Andrade Curto Três Passos, 2ª Vara Judicial
13 Marcos Rogério Alves Ribeiro Campo Novo, Vara Judicial
14 Marília Maria Morais do Nascimento São José do Ouro, Vara Judicial
15 Rafael Folador Sananduva, Vara Judicial
16 Ramiro Baptista Kalil Cerro Largo, 2ª Vara Judicial
17 Raphael Miller de Figueiredo Jaguarão, 2ª Vara Judicial
18 Tainá Guimaraes Ezequiel Cacequi, Vara Judicial
19 Thiago Soares Mendes dos Santos São José no Norte, Vara Judicial
20 Vanessa Azevedo Bento São Francisco de Assis, 1ª Vara Judicial

 

Converse com a Fandango