IBGE devolverá R$ 2,8 milhões em taxas para inscritos em concurso

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística  vai devolver os valores pagos pelas inscrições para o processo seletivo do Censo 2020, que foi adiado para 2021 por causa da pandemia de coronavírus. No total, serão restituídos R$ 2.823.775,95 a 100.735 candidatos que pagaram a taxa até o cancelamento do processo seletivo, em março.

Em um primeiro momento, a lista contempla 91.141 candidatos que estão sem impedimentos para receber a restituição. Os demais vão precisar de procedimentos especiais, pois possuem irregularidades no CPF ou algum outro tipo de pendência, mas todos receberão o dinheiro de volta, segundo o órgão.

As taxas pagas pelos interessados nas vagas foram de R$ 35,80 para concorrer a agente censitário, com exigência de nível médio de ensino, e R$ 23,61 para recenseador, em vagas que pediam ensino fundamental.

Segundo o IBGE, a devolução será realizada por meio do aplicativo Carteira Digital BB, do Banco do Brasil, disponível gratuitamente para celulares com sistema Android ou iOS.

Não é preciso ser correntista do banco para se cadastrar no aplicativo e a quantia pode ser sacada em qualquer caixa eletrônico da instituição, ser transferida para outra conta por TED ou realizar pagamentos com código de barras.

Por causa da pandemia de coronavírus, o Censo Demográfico foi adiado para 2021.

 

fonte Gaúcha/ZH

Converse com a Fandango