Campus da UFSM/Cachoeira doa protetores faciais para profissionais do HCB

Na última semana, o campus da UFSM em Cachoeira do Sul, através do Prof. Dr. Júlio Pires, do curso de Arquitetura e Urbanismo, passou a compor o grupo chamado Frente de Impressão 3D, para atuar na produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para proteção contra a Covid-19¹. O grupo, iniciado pelo Prof. Dr. Lucas Vizzotto Bellinaso, do curso de Engenharia Elétrica do campus Sede da UFSM, tem produzido estes equipamentos visando auxiliar na proteção dos profissionais da saúde de hospitais de Santa Maria.

Ao tomar conhecimento do projeto e ingressar em sua equipe, o Prof. Júlio Pires, juntamente com a Direção da UFSM-CS, buscou contato com Luciano Morschel, Superintendente do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB) de Cachoeira do Sul, para disponibilizar a impressora 3D do campus para a produção de protetores faciais para os profissionais do Hospital.

Ao constatarem que o HCB necessita desse tipo de proteção para o enfrentamento da COVID-19, foi iniciada a impressão de um modelo que já está validado por médicos de outros estados. O arquivo do tipo STL (modelo 3d para impressão) foi fornecido pelo grupo de Santa Maria. A peça impressa foi entregue ao Hospital para que fosse validada, o que aconteceu ainda na semana passada.

O grupo Frente de Impressão 3D forneceu ao campus de Cachoeira do Sul insumos (filamento do tipo PLA e acetato) para que fossem produzidas mais peças. O grupo também conseguiu uma doação de Caxias do Sul de modelos de protetores faciais feitos por injeção de plástico. Desta doação, foram destinadas 20 unidades para o HCB. Espera-se que ainda sejam doadas mais 20 unidades destes protetores faciais para o Hospital de Cachoeira do Sul.

Converse com a Fandango