Governador Leite em conversa com Prefeitos diz: seguir as restrições dos decretos até o final da próxima semana

Para alinhar ações de enfrentamento ao coronavírus, informar sobre as medidas do governo em relação ao fortalecimento da rede pública de saúde e ouvir as impressões e demandas dos prefeitos em relação à pandemia, o governador Eduardo Leite conversou, nesta sexta-feira , com presidentes das associações regionais de municípios e com o presidente da Federação da Associação dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), prefeito Eduardo Freire.

“Consolidamos as normas em um material simplificado para a compreensão de cada um dos itens e regras mínimas”, explicou Leite. “Não é sobre fechar tudo nem liberar tudo, mas acompanhar a situação com responsabilidade. Montamos um gabinete de crise, com comitês específicos, com a participação da Famurs, que avalia diariamente esse processo para embasar cientificamente a nossa tomada de decisões”, acrescentou.

O governador salientou aos prefeitos que a orientação é seguir as restrições dos decretos, pelo menos, até o final da próxima semana, e que nos próximos dias serão feitas novas avaliações do comportamento do vírus para se definir pela manutenção das normas ou então pelo estabelecimento de alterações a partir de 7 de abril.

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, renovou a necessidade da manutenção da quarentena e lembrou que o fato de haver transmissão comunitária, ou seja, circulação do vírus em território local, torna essa determinação ainda mais importante.

Já o presidente da Famurs, prefeito Eduardo Freire, de Palmeira das Missões, destacou a importância desse diálogo com o governador para uniformizar as ações e disse que as informações do Estado são de extrema importância aos municípios. “O governo tem expertise e profissionais gabaritados e é fundamental termos acesso a esses dados e estudos para caminharmos na direção correta, através de decisões com base técnica”, disse.

Converse com a Fandango