Moradores do Amorim terão que utilizar pinguela durante obras de reforma da Ponte

Deve iniciar nesta terça-feira, a reforma da Ponte do Amorim, sobre o Arroio Amorim, localizada na Rua Conde de Porto Alegre.

A empresa Ledur, de Palmeira das Missões, responsável pela obra, chegou nesta segunda-feira ao local. A reforma da ponte terá investimento de R$510.963,89, oriundos do Ministério do Turismo, destinados pelo ex-deputado José Otávio Germano.

A nova ponte terá capacidade para 45 toneladas, podendo suportar o tráfego de caminhões pesados, comprimento de 20 metros, largura da pista de 7 metros e guarda corpo metálico com 1,20m de altura. Além disso, a ponte terá passeio para pedestre, nos dois lados, com 1,5m de largura. A estrutura atual não contava com espaço para passagem de pedestres, o que tornava perigosa a travessia dos mesmos. A previsão da conclusão da obra é de 4 meses.

Construção causará mudanças no trânsito – Em função da obra na Ponte do Amorim, o trânsito no local terá alterações.

Pedestres – Os pedestres poderão acessar a pinguela no final da Rua General Osório. A pinguela foi revisada pela Secretaria de Obras que construiu corrimões na mesma, com a finalidade de dar mais segurança aos pedestres;

Carros leves – Quem se desloca do centro para o bairro deve pegar a Rua Esperanto indo até a Rua Ramiro Barcelos; já quem vai do bairro para o centro pode pegar a Rua Francisco Antonio de Amorim ou a Feliciano Fortes indo até a Ramiro Barcelos;

Veículos pesados – Devem desviar pela Rua Paul Harris.

Converse com a Fandango