Saúde disponibiliza medicamento que protege crianças do vírus da bronquiolite grave

Começa no dia 16 de março a aplicação de Palivizumabe, um anticorpo monoclonal que protege crianças do Vírus Sincicial Respiratório (VCR). A distribuição é feita pela Secretaria da Saúde (SES) a instituições hospitalares e ambulatórios de egressos de alto risco localizados em todas as regiões do Rio Grande do Sul.

O VCR é o agente causador de uma forma grave de bronquiolite. Conforme a médica pediatra Celia Boff de Magalhães, da Seção de Saúde da Criança da SES, a medida busca a redução da mortalidade infantil e do índice de crianças com sequelas pulmonares.

“Tendo em vista que o VCR tem uma forma sazonal de circulação, que vai de abril a agosto, com pico em junho e julho, iniciaremos agora em março a aplicação do Palivizumabe para garantir a prevenção”, afirma.

A médica informa que a recomendação é a aplicação de até cinco doses, com intervalos de 30 dias.

O tratamento é indicado especificamente para:

  • bebês prematuros, com idade gestacional menor ou igual a 28 semanas;
  • crianças menores de dois anos, com doença pulmonar crônica da prematuridade;
  • crianças menores de dois anos, com cardiopatia congênita;
  • crianças com hipertensão pulmonar.
Converse com a Fandango