Desculpe, não possível recuperar os dados no momento.

Vacinação contra o sarampo para crianças e adolescentes termina em 13 de março

A campanha nacional de vacinação contra sarampo para crianças e adolescentes entre 5 e 19 anos termina em 13 de março.

Segundo dados do Ministério da Saúde, de 1º de janeiro a 8 de fevereiro deste ano, foram registrados 338 casos de sarampo -quase 13 vezes o número registrado no mesmo período do ano passado, quando foram confirmados 27 casos.

Três crianças morreram neste ano em decorrência da doença no país (no Pará, no Rio de Janeiro e em São Paulo). A região Sudeste concentra 67,7% dos casos confirmados em 2020.

 Já em 2019, foram 18.203 casos e 15 óbitos.

O Ministério da Saúde dividiu a campanha de vacinação em cinco etapas. A previsão é que em 2020 sejam feitas mais duas fases, para contemplar as faixas etárias de 30 a 49 anos e de 50 a 59 anos. As datas dessas etapas ainda serão informadas.

O calendário nacional de vacinação recomenda a aplicação de uma dose da vacina tríplice viral aos 12 meses e de uma segunda aos 15 meses, com a tetraviral ou a tríplice associada à vacina contra varicela. Bebês a partir de seis meses devem receber a chamada “dose zero”.

A volta da circulação do vírus do sarampo fez com que o Brasil perdesse o certificado internacional de eliminação da doença, que havia sido concedido pela Opas (Organização Panamericana de Saúde) em 2016.

Em caso de qualquer sintoma, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza ou conjuntivite, a recomendação é procurar imediatamente um serviço de saúde.

Converse com a Fandango