Confiança dos Serviços tem alta em junho, diz pesquisa

O Índice de Confiança dos Serviços (ICS), da FGV, teve, em junho, variação de 2,5% ao atingir os 91,2 pontos, na série com ajuste sazonal. O resultado do ICS foi influenciado tanto pelo Índice de Situação Atual (ISA-S) quanto pelo Índice de Expectativas (IE-S). O ISA-S variou 1,4% e atingiu 87,5 pontos, enquanto que o Índice de Expectativas (IE-S), por sua vez, teve aumento de 3,3%, e alcançou os 95,0 pontos. Em relação ao mês de junho de 2018, o ICS cresceu 5,2%. Entre seus componentes, o ISA-S teve variação de 2,2% enquanto que o IE-S apresentou alta de 7,5%.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) registrou aumento na série dessazonalizada, passando de 82,0% em maio para 82,6% junho. Comparando com junho do ano passado, o NUCI teve leve baixa, indo de 82,1% para 82,0%.

Com o resultado, o ICS encerrou o primeiro semestre em alta após quatro quedas consecutivas. Embora com aumento pontual, o ICS de junho sugere que os empresários permanecem insatisfeitos com a situação atual dos negócios, e indica que, para os próximos meses, a atividade deve seguir em recuperação lenta.

Converse com a Fandango