Grupo inicia implantação de Horto Medicinal em Novo Cabrais

O Grupo de Saúde Popular Comunitária iniciou a implantação de um Horto Medicinal no município de Novo Cabrais. O objetivo da iniciativa é constituir um espaço de multiplicação das espécies- matéria-prima para os cursos e o espaço do cuidado das pessoas-, bem como constituição de um banco germoplasma de plantas medicinais. O Horto foi iniciado com o plantio de 40 espécies e está localizado nas dependências da Escola Estadual Ensino Fundamental Pedro Lovato, no Cortado.

Segundo o coordenador pedagógico do Centro de Referência em Saúde Popular Comunitária, Marcos Zerbielli, o Horto será implantado gradativamente, junto com uma horta e um pomar. O próximo passo será a catalogação e identificação das plantas, através de placas com o nome popular e científico de cada uma. As mudas plantadas no local foram levadas das propriedades dos participantes.

Para Zerbielli o plantio das mudas no Horto foi um momento muito especial. “Através de nossa ação e dedicação transformamos um sonho em realidade e fortalecemos nossa convicção do cuidado da vida através dos recursos naturais. E se realizamos este sonho, podemos nos dar o direito de sonhar e realizar sonhos ainda maiores”, comenta. Outra ação é o registro e sistematização de todas as atividades que serão desenvolvidas no Centro para que este conhecimento contribua para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que por ali passarem.

SOBRE O CENTRO DE REFERÊNCIA

O Centro de Referência em Saúde Popular Comunitária é um espaço de formação de agentes populares de cura, visando um apoio mútuo à socialização do conhecimento técnico/científico e do conhecimento produzido no meio popular, que venham estabelecer novas relações das mulheres e dos homens, com eles mesmos, com seus semelhantes e com a natureza, gerando mudanças substanciais na sociedade.

O local busca organizar e promover a popularização da Saúde Popular Comunitária mediante estudos e intercâmbios das práticas ancestrais e naturais de cura. Além disso, propõe e desenvolve ações e práticas populares de saúde que garantam o uso e a aplicação da Saúde Popular Comunitária por agentes populares de cura, como responsabilidade alicerçada no direito subjetivo de garantir a saúde e a vida de todos

Converse com a Fandango