Estado deve R$ 1,1 milhão para Cachoeira pelo funcionamento da UPA

O custeio das despesas com a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cachoeira do Sul, que atinge R$ 621.120,00 mensais, é dividido entre a União (R$ 170 mil), o Estado (R$ 135 mil) e o Município (R$ 316.120,00).

Porém, o Estado não cumpre com regularidade com esse compromisso financeiro. Hoje as dívidas estaduais atingem R$ 1.145.000,00, resultado da soma dos débitos de 2017 (R$ 200 mil), 2018 (R$ 810 mil) e 2019 (R$ 135 mil).

“Pela gestão terceirizada da UPA, que iniciou em agosto de 2017, a Prefeitura já pagou R$ 11,5 milhões” informa o secretário da Saúde Roger Gomes da Rosa.

Converse com a Fandango