BPC-Benefício de Prestação Continuada injeta na economia Cachoeirense R$ 10 milhões por ano

O  Benefício de Prestação Continuada (BPC) vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social mas pago pela Previdência Social   mensalmente a idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência que possuem renda familiar de até R$ 238,00,  injetou na economia de Cachoeira do Sul, R$ 10 milhões 41 mil 838 reais este ano.

Os dados forma divulgados nesta quarta-feira. Segundo Simoni Silva,  da Secretaria Municipal  de Trabalho e Ação Social,  946 são idosos acima dos 65 anos que recebem e outros 1185 pessoas com deficiência totalizando 2131 que ganham o valor de um salário mínimo por mês. Destes cerca de 300 ainda não se cadastraram junto aos CRAS para continuarem a receber o valor.

Para continuar no programa, é preciso fazer o cadastro até o próximo dia 31. Depois dessa data, haverá um cronograma para inscrição de acordo com a data de aniversário de cada pessoa.

Para os nascidos nos primeiros três meses do ano, as inscrições vão até 31 de março de 2019. Os que nasceram entre abril e junho terão até 30 de junho; os nascidos entre julho e setembro, até 30 de setembro; e os nascidos entre outubro e dezembro, até 31 de dezembro do próximo ano.

De acordo com a portaria, caso o benefício seja suspenso, ele poderá ser reativado assim que a inscrição for identificada. O beneficiário receberá o valor referente ao período de suspensão. Caso perca o benefício, o prazo para regularizar a situação será de 30 dias e deverá ser feita por meio dos canais de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Para realizar a inscrição, os beneficiários do BPC devem procurar os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou a Secretaria de Assistência Social do município e ter em mãos alguns documentos: Cadastro de Pessoa Física (CPF), Registro Geral (RG) e comprovante de residência. A inscrição também pode ser feita pelo responsável familiar, desde que leve os documentos de todas as pessoas que moram com o beneficiário.

Converse com a Fandango