Núcleo de Ovinocultores de Novo Cabrais participara da 68ª FEAPEC de Cachoeira

A 68ª Feira Agropecuária de Cachoeira do Sul (Feapec), que iniciou nesta quinta-feira, 27 de setembro, e se estende até 15 de outubro, em Cachoeira do Sul, envolverá exposição de animais, seminários, remates e palestras voltadas a produção de ovinos, bovinos, arroz, soja e noz pecã. Concentrando as principais atrações neste fim de semana, dias 28, 29 e 30 de setembro, o evento contará com a presença do Núcleo de Ovinocultores de Novo Cabrais (NONC).

Representado pela Cabanha Rincão da Figueira, o NONC levará 10 ovelhas da raça texel ao evento para participarem das competições de melhor animal. Na categoria “macho” os cabraisenses irão buscar o título pelo segundo ano seguido, já que no ano passado venceram a disputa contra ovinos de todo o Estado. Já na categoria “fêmea” a Cabanha Rincão da Figueira conta em seu rebanho com a campeã da categoria Ovino Jovem Fêmea, da Expointer 2018, considerada a maior feira a céu aberto do ramo na América Latina. “Queremos elevar o nome de Novo Cabrais dentro da ovinocultura e agropecuária, incentivando também os produtores de Novo Cabrais e região a entrarem na atividade que cresce a cada dia”, comentou o presidente do Núcleo de Ovinocultores de Novo Cabrais, Alexandre de Franceschi.

 

AÇÃO SOLIDÁRIA

 

Além de participar com 10 animais, o NONC irá promover na 68ª Feapec uma ação solidária: irá patrocinar o café da manhã dos chamados “cabanheiros” neste domingo, 30 de setembro. “O nosso núcleo irá patrocinar o café da manhã dos ‘cabanheiros’ numa forma de ajudar estes homens que cuidam das ovelhas, faça chuva ou faça sol, nas propriedades dos donos, preparando o animal pra pista ou mesmo dando comida”, ressaltou de Franceschi, que completou: “Agradecemos a administração municipal da Prefeitura de Novo Cabrais, Sicredi, KM SOM e Posto Cabrais por apoiar a participação do nosso núcleo no evento”.

Fechando a participação cabraisense na Feapec, a Casa do Artesão de Novo Cabrais, também em parceria com o NONC, irá expor e vender no evento produtos oriundos da lã ovina. “Quem tiver interesse em se aperfeiçoar no artesanato com lã ovina pode procurar a Flávia, da Emater, que estamos abrindo um curso sobre o assunto”, finalizou Alexandre de Franceschi.

 

 

 

Converse com a Fandango