Embaixador da Itália no Brasil ministra Aula Magna na UFSM

“Brasil e Itália: diplomacia e perspectivas científicas, tecnológicas e comerciais”, este será o tema da Aula Magna da UFSM, que será ministrada pelo embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, no dia 16 de maio, às 10h, no auditório do Centro de Tecnologia, no campus sede. O evento é aberto à toda a comunidade acadêmica e regional, sem necessidade de inscrição prévia.

No mesmo dia, o embaixador irá receber do reitor, Paulo Afonso Burmann, a condecoração de Visitante Ilustre, em reconhecimento aos laços mantidos pela UFSM com a Itália, por meio de convênios com universidades e parcerias com instituições. Atualmente, a UFSM mantém convênios bilaterais com seis universidades italianas: Universitá Degli Studi di Milano, Università Di Pisa, L’instituto di Scienze Dell’Atmosfera e del Clima, Libera Università di Bolzano, Università Degli Studi Di Padova e Università di Bologna. Importante estratégia de internacionalização da Universidade, os convênios permitem a mobilidade de estudantes e pesquisadores entre as instituições parceiras, além do desenvolvimento de projetos conjuntos em diversas área do conhecimento.

Além da Aula Magna, Bernardini também irá cumprir uma agenda de visitas a municípios da Quarta Colônia, acompanhado do cônsul italiano no Rio Grande do Sul, Nicola Occhipinti. Em Nova Palma, no dia 15, o embaixador conhecerá o Centro de Pesquisas Genealógicas, local frequentemente consultado por descendentes de imigrantes de todo o Rio Grande do Sul, em busca de documentos necessários aos pedidos de cidadania italiana Em São João do Polêsine, Bernardini visitará o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), que congrega municípios da região, e o Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia (Cappa/UFSM). Já no dia 16, após a palestra, o embaixador conhecerá as instalações do Espaço Multidisciplinar da UFSM, em Silveira Martins.

Sobre o embaixador – Natural de Barletta, município da região de Puglia, na Itália, Antonio Bernardini é graduado em Ciências Políticas pela Università degli Studi di Bari Aldo Moro. Iniciou sua carreira diplomática em 1984, aos 27 anos. Desde então, atuou como representante do governo italiano em Nova Deli, Genebra, Tóquio e Nova Iorque. Em 2010, tornou-se embaixador na representação permanente da Itália nas Nações Unidas (ONU) e, entre 2013 e 2016, foi vice-secretário geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional da Itália, assumindo a embaixada do país no Brasil a partir de julho de 2016.

Converse com a Fandango