Moradores do Passo do Seringa dão exemplo e recuperam prédio de Escola Monsenhor Armando Teixeira

As famílias residentes no Passo do Seringa, interior de Cachoeira do Sul, dão um exemplo de determinação. Desde que foi efetivada a municipalização da Escola Monsenhor Armando Teixeira, no dia 23 de março, a comunidade está empenhada em recuperar o prédio do estabelecimento de ensino, que devido a um temporal não era utilizado e, por isto, aulas para cerca de 30 crianças eram ministradas no pavilhão da igreja da localidade.

Os pais, que há muito tempo reivindicavam a municipalização da escola, ficaram entusiasmados. Com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, eles limpam o pátio, cortam grama, pintam prédio, recuperam paredes e, no próximo dia 12 de maio, no pavilhão da igreja vão promover um chá para arrecadar recursos.

Na prática, as famílias decidiram não esperar pela Prefeitura e, para tanto, se organizaram em grupos para deixar a escola em condições de ser utilizada. Ainda não está definida a data do início das aulas. Enquanto isto, os alunos estudam em salas improvisadas no pavilhão da igreja.

Converse com a Fandango