Prefeitura de Cachoeira gasta mais com o recolhimento do lixo, do que com a UPA, diz Sammartin

O Empresário Paulo Sammartin, criticou nesta quarta-feira, em entrevista ao programa Rádio Repórter da Fandango AM/FM,  a Prefeitura de Cachoeira que está gastando mais anualmente com o recolhimento de lixo na cidade, do que com a Saúde, no caso a UPA. Conforme Sammartin, a prefeitura paga mensalmente para CONESUL através do recolhimento, containers  e viagem do lixo para Minas do Leão R$ 650 mil por mês, enquanto que para manutenção da UPA com mais de 70 funcionários R$ 600 mil reais por mês. Paulo Sammartin faz parte de uma comissão criada pelo atual governo para discutir soluções visando baratear o custo e defende que seja criada uma autarquia para administrar o lixo ou um consórcio de municípios da região visando também economizar. Se o Prefeito fizer a licitação para o serviço da maneira como está, vai continuar colocando dinheiro publico no lixo, disse o empresário

Converse com a Fandango