MST invade área da Fepagro em Encruzilhada do Sul

Centenas de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam duas áreas do governo do Estado na manhã desta sexta-feira, 19. Uma delas reúne cerca de 250 integrantes do movimento em um espaço da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), que possui 350 hectares, e está localizado em Encruzilhada do Sul, no Vale do Rio Pardo. A outra é ocupada por 200 manifestantes e pertence à Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), em Candiota, na região da Campanha.

Conforme a acampada Vânia Almeida, os dois locais estariam abandonados e o MST já sugeriu que sejam cedidos ao Incra como abatimento da dívida do Estado com a União. O intuito das ocupações, segundo Vânia, é dar celeridade ao processo de negociação. As áreas da CEEE e da Fepagro são de interesse do MST para ampliar a produção de alimentos livres de agrotóxicos, assim como já ocorre em vários assentamentos e acampamentos no Estado.

 

 

 

fonte GAZ

Converse com a Fandango