Música Entanguido de Cachoeira do Sul é a vencedora da 29ª Vigília do Canto Gaúcho

A música “Entanguido” foi a vencedora da 29ª Vigília do Canto Gaúcho de Cachoeira do Sul, representando a cidade de Cachoeira do Sul. A letra é de Mateus Neves da Fontoura e música de Matheus Bica. A interpretação ficou por conta do músico Matheus Leal. Pela interpretação, Leal sagrou-se Melhor Intérprete, além do troféu de Melhor Poesia para os versos de Neves da Fontoura.

O segundo lugar ficou com a música “A vida em si“, também representante de Cachoeira do Sul, com letra de Douglas Diehl Dias e música de Taylor GarinA concorrente trouxe a Douglas Diehl o prêmio de Melhor Instrumentista.

O terceiro lugar foi para “Ainda se encilha um cavalo“, representando as cidades de Alegrete e São Gabriel. A letra é de Marcelo Mendes, música de Mauro Silva e tendo como intérpretes Mauro Silva e Fabiano Bacchieri.

música mais popular foi “Campo de pobre“, de Cachoeira do Sul, com letra de Hugo Pedroso e Dênis Stringuini  melodia de Tiago Fontoura da Cruz O intérprete foi Gustavo Iser.

A vida em si” deu a Taylor Garin o troféu de Melhor Melodia e a composição “Entanguido” rendeu a Mateus Neves da Fontoura o troféu de Melhor Poesia da 29ª Vigília do Canto Gaúcho.

O festival tradicionalista aconteceu neste sábado (9), no Ginásio da Fenarroz, e levou 12 canções ao palco.

A apresentação do festival foi realizada pela cachoeirense Muriel Machado Lopes, vencedora na modalidade Declamação Feminina no Enart 2023, e a abertura contou com a participação dos solistas vocais adultos Douglas Rosa da Silva (CTG Lanceiros do Sul) e Yuri Guterres (PTG Delfino Carvalho). Entre as vozes femininasdestacaram-se Gabriela Ferraz Borba (CTG Lanceiros do Sul) e Quelly Loreto Macedo (CN Estância do Chimarrão); vencedores da 2ª Mostra Cultural Gaúcha, organizada pela Associação Tradicionalista e Cultural de Cachoeira do Sul (ATC).

O show de intervalo ficou por conta do grupo catarinense Quarteto Coração de Potro, um dos destaques da noite, aclamado por todas as gerações que lotaram as dependências do Arrozão.

A Vigília tem coordenação-geral da AMICUS, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, e essa edição teve como patrocinadores Líder Tratores, Metal Box, Treichel Alimentos, Sindicato Rural de Cachoeira do Sul, Pró-Vida Serviços Assistenciais e Márcia Sanson Psicologia, além do apoio cultural da Galo Mídias Digitais, ATC, Fenarroz e Brigada Militar.

Comissão julgadora:

– Carlos Eduardo Nunes (poeta);

– Rafael Ferreira (poeta);

– Nelcy Vargas (compositor e instrumentista);

– Daniel Cavalheiro (intérprete e compositor);

– Maria Helena Anversa (intérprete).

Converse com a Fandango