Projeto Parceiros no Acolhimento oferece biblioteca aos pacientes Ambulatório Vida

O Parceiros no Acolhimento, projeto social desenvolvido junto ao Ambulatório Vida, integrante da rede municipal de saúde, está buscando junto a comunidade o apoio para ampliar e qualificar sua recém-criada biblioteca através de doações de livros. Chamada de Geloteca Herbert de Souza, faz uma homenagem ao sociólogo e ativista dos direitos humanos conhecido como Betinho, que sofria de doenças que são tratadas pelo setor, como a tuberculose e Aids. A proposta é oferecer aos pacientes títulos de diferentes gêneros literários, a fim de que se possa cumprir com o objetivo do projeto, que é prestar apoio aos usuários do serviço e compartilhar experiências através de terapia em grupo. De acordo com a coordenadora da iniciativa, a agente redutora de danos Suzana Weirich, a ideia central do projeto é estimular a livre expressão dos membros do grupo, contribuindo para a auto aceitação e autovalorização da vida.

Além do uso compartilhado da literatura, que estimula o debate de temas diversos nas reuniões semanais do grupo, o Parceiros no Acolhimento promove ações como o Café Literário, saraus e produção da escrita criativa. “Trata-se de um espaço de empatia, de ajuda mútua mesmo, onde os pacientes compartilham dores e vitórias. Juntos, todos são mais fortes”, argumenta a coordenadora. As doações de livros são muito bem-aceitas na sede do Ambulatório Vida, situado junto à sede da SMS, no antigo Hospital da Liga. Doações maiores com necessidade de frete podem ser agendadas pelo telefone 3724-6018. A unidade presta um serviço especializado no diagnóstico e tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) na rede pública para Cachoeira do Sul e região.

Converse com a Fandango