Exportações do agro gaúcho crescem 29% no primeiro quadrimestre

O agronegócio gaúcho exportou US$ 4,5 bilhões no primeiro quadrimestre de 2022. O resultado representa um aumento de 29% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em abril, o setor comercializou US$ 1,09 bilhão, 65% do total exportado pelo Rio Grande do Sul. Em volume foi 1,3 milhão de toneladas, o que representa 85% do volume do estado. Os dados foram divulgados pela Farsul nesta terça-feira (17).
No último mês houve uma queda de 5% no valor exportado pelo agronegócio gaúcho na comparação com o mesmo período de 2021. Na relação entre março e abril deste ano, a retração foi de 5% no valor e 22% no volume exportados.
Já as importações passaram de US$ 104 milhões em abril de 2021 para US$ 397 milhões em abril 2022. O volume passou de 316 mil toneladas para mil toneladas de fertilizantes importados no período. Isso representa um aumento de 282% no valor e de 66% no volume importado. Já em relação a março de 2022, houve um aumento de 106% no valor e de 81% no volume.
As exportações para a Ásia (sem Oriente Médio) totalizaram US$ 502 milhões e 598 mil toneladas. A Europa atingiu US$ 219 milhões, sendo US$ 193 milhões para a União Europeia. Em seguida vem a África com US$ 124 milhões, Oriente Médio com US$ 94 milhões, América do Norte com US$ 79 milhões, América do Sul com US$ 63 milhões, sendo US$ 35 milhões para o Mercosul, América Central e Caribe com US$ 12 milhões e, por fim, a Oceania com US$ 2 milhões.
Quanto aos países, a China aparece em primeiro lugar com US$ 234 milhões e participação de 21% no valor. Em segundo lugar Estados Unidos com 5,9%, seguido de Vietnã com 5,2%, Índia com 4,8% e Espanha com 4,2%.

Converse com a Fandango