Pfizer admite possibilidade de vacina multivariante contra Covid-19 em breve

O presidente da farmacêutica americana Pfizer, Albert Bourla, disse, nesta quarta-feira, que chegar ao fim de setembro com uma vacina multariante, que possa combater todas as variantes já conhecidas do coronavírus, “é uma possibilidade, mas não uma certeza”. O dirigente participou de uma entrevista coletiva, organizada pela Federação Internacional de Indústria Farmacêutica (IFPMA).

A Pfizer mantém estudos para descobrir qual pode ser a melhor fórmula. Juntamente com a alemã BioNTech, a farmacêutica americana desenvolveu uma das primeiras vacinas contra a Covid-19, aplicada pela primeira vez no Reino Unido, no fim de 2020, menos de um ano após a doença ter sido detectada pela primeira vez na China.

A dose, que emprega a tecnologia de RNA mensageiro, assim como a da Moderna, teve a eficácia reduzida contra a variante ômicron as subvariantes, embora ainda ofereça proteção altamente eficaz contra sintomas graves, internações e morte.

A Pfizer testa atualmente vacinas e doses diferentes. “Assim que soubermos qual é o melhor caminho a seguir, solicitaremos a aprovação” nos Estados Unidos, na Europa e em outras partes do mundo, completou o presidente da Pfizer.

*Com informações da Agência France Presse (AFP)

Converse com a Fandango