Reitor da UFSM confirma que Peies e vestibular devem voltar este ano

A polêmica do fim do vestibular e do Programa Especial de Ingresso ao Ensino Superior (Peies), que teve as últimas provas em dezembro de 2016 (foto), poderá chegar ao fim este ano. O novo reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Luciano Schuch, confirmou que a instituição já estuda o retorno das provas de seleção próprias para ingresso nos cursos de graduação. Segundo Schuch, a Pró-reitora de Graduação tem estudo sobre o assunto e já começou discussão nas unidades de ensino para levar um documento consolidado com a proposta para avaliação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe). Mas ele confirma que há tempo hábil para que o vestibular e um programa semelhante ao Peies retornem com provas em dezembro deste ano.

– Com relação à questão do vestibular e o formato similar ao Peies, a gente vem discutindo há cerca de um ano, e em 2022 vamos ter uma discussão de forma oficial dentro da universidade, porque não é uma decisão do reitor, é uma decisão dos conselhos superiores essa questão do retorno dessa forma de ingresso utilizando uma forma muito próximo do Peies, porque a gente fica mais próximo das escolas. A gente consegue ter uma interação muito maior com os estudantes. Isso é um nosso, da nossa gestão, do retorno do vestibular, Peies. Ainda não está bem fechado o modelo. A gente acredita que na metade do ano ainda não seja possível adotar, porque tem a aprovação interna dentro da UFSM, mas no final de 2022, a gente já esteja com o retorno do sistema de ingresso utilizando uma forma muito parecida com o Peies, interagindo ano a ano com as escolas, debatendo também a formação dos professores, os conteúdos, a forma de os conteúdos serem ministrados nas escolas de toda a nossa região – afirmou.

Segundo Schuch, parte das vagas seguirá sendo destinado para os estudantes que entrarão para a UFSM via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), via nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), que tem provas em todo o país.

– O que a gente tem discutido é 50% das vagas para o Peies, com ingresso local, e 50% das vagas utilizando a nota do Enem, permitindo que pessoas de outros Estados possam vir estudar na nossa universidade.

Segundo ele, a princípio, quem optar por fazer a prova do Peies/vestibular não poderá concorrer para as vagas também que serão escolhidas pelo Sisu, com a nota do Enem.

– A gente vai fazer um programa híbrido no primeiro momento, para que quem já concluiu o Ensino Médio possa fazer as provas dos três anos já agora em dezembro, enquanto quem estiver no 1º ano do Ensino Médio fará só a prova 1, e do segundo ano, as provas dos dois primeiros anos já em dezembro – afirmou o novo reitor.

 

Fonte Diário Santa Maria

 

 

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse com a Fandango