Bolsonaro diz que vai determinar o fim da bandeira vermelha

O presidente Jair Bolsonaro disse que vai determinar que o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, reverta a bandeira vermelha, que sinaliza más condições para a geração de energia e acarreta maiores custos para os consumidores. A declaração foi feita durante um evento em uma igreja evangélica em Brasília. “Sabemos as dificuldades da energia elétrica. Vou pedir pra ele, pedir não, determinar que ele volte a bandeira normal a partir do mês que vem”, disse o presidente.

A bandeira vermelha estava em vigor desde junho deste ano e representa R$ 9,49 por cada KWH consumido pela unidade, um aumento de 6,78%. O presidente disse que o país estava na iminência de um colapso em relação à energia elétrica, mas as chuvas dos últimos dias melhoraram a situação.

Converse com a Fandango