Estado volta a emitir Aviso para região de Pelotas, no Sistema 3As de monitoramento da pandemia

Após cinco semanas sem identificar piora nas 21 regiões Covid, o Gabinete de Crise (GT) voltou a emitir, nesta quarta-feira, um Aviso no Sistema 3As de monitoramento da pandemia. A área que recebeu a classificação mais branda da ferramenta é a de Pelotas.

Conforme o GT, a região lidera o aumento no número de novos casos de coronavírus, tendo, inclusive, taxa de infecção duas vezes superior a média estadual. Em uma semana, foram registrados 158,8 novos casos a cada 100 mil habitantes na área de Pelotas, enquanto a média estadual no mesmo período ficou em 83,4 a cada 100 mil habitantes.

Além do aumento nas contaminações, também pesou na decisão do GT o fato de a região ter a quarta menor taxa de imunizados contra a doença, com 39,3% da população com o esquema vacinal completo, enquanto a média estadual é de 44,3%.

Nesta quarta, os trabalhos foram coordenados pelo vice-governador Ranolfo Vieira Júnior. Durante o encontro, ele reafirmou a importância do trabalho de monitoramento feito pelos técnicos do governo desde o início da pandemia.

“Seguimos com o dedo no pulso, como o governador Eduardo Leite costuma dizer. Mesmo com a ampliação da população gaúcha vacinada e a estabilização do cenário da pandemia no Estado de forma geral, reforçamos o lembrete feito sempre pelo GT Saúde de que a pandemia não acabou e de que precisamos seguir respeitando os protocolos, especialmente em relação ao uso da máscara e a higienização constante das mãos”, disse o vice-governador.

Converse com a Fandango