RGE investirá R$ 846 mil em usinas fotovoltaicas e troca de lâmpadas em Escolas de Cachoeira

A RGE fará investimentos na modernização do sistema de iluminação de três escolas de Cachoeira do Sul.  A empresa investirá, por meio do Programa de Eficiência Energética, R$ 846 mil na substituição de lâmpadas comuns por unidades de LED nas Escolas Municipais, Dr. Getúlio Vargas, Dinah Neri e Baltazar de Bem. Além disso, as Escolas Dr. Getúlio Vargas e Marisa Timm Sari também receberão usinas fotovoltaicas totalizando 136 kWp. O projeto foi apresentado pela prefeitura municipal na Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética da Distribuidora do ano de 2020, sendo aprovado e selecionado para a execução.

Nesta terça-feira, 30, representantes da RGE, da prefeitura municipal e da UFSM participaram de uma reunião de alinhamento e planejamento de início das atividades. Estavam presentes na reunião o prefeito de Cachoeira do Sul José Otávio Germano, o secretário de Obras, Luciano Lara, o procurador geral e secretário do Governo, Hélio Garcia Junior, a secretária de Planejamento, Cláudia Scarparo, o engenheiro eletricista do município, Guilherme Schmidt, o analista de Eficiência Energética da RGE, Eder Hoffmann, e o Consultor de negócios da RGE, Cristiano Guedes da Silva. Também estiveram presentes o Coordenador do curso de Engenharia Elétrica da UFSM – Campus Cachoeira do Sul, Celso Becker Tischer e os responsáveis pela execução das ações de Eficiência Energética, Pedro Montani e Renan Reiter.

Ao todo, serão 599 lâmpadas substituídas nas escolas, em todas as salas e nos ginásios poliesportivos. Estas lâmpadas de LED são até 80% mais econômicas do que as lâmpadas antigas e duram cerca de três vezes mais. A RGE estima que o município tenha economia de R$ 162 mil ao ano com as contas de energia em função das novas lâmpadas e da implementação do sistema fotovoltaico. Isso se deve a 220 MWh/ano de energia economizada (equivalente ao consumo anual de 93 residências). Cabe ressaltar ainda, que a geração fotovoltaica implementada nas duas escolas, aliada as ações de substituição de lâmpadas, proverá energia suficiente para suprir o consumo de cerca de 11 escolas do município, trazendo significativa economia nos custos com energia, o que oportuniza ao município maiores investimentos na educação. Com todas as ações, deixarão de ser emitidas 16,5 toneladas de CO2, equivalente ao plantio de 118 árvores.

Sistema de geração de energia por painéis solares do Derlizão

Segundo o analista de Eficiência Energética da RGE, Eder Hoffmann, esta ação terá um impacto positivo ao município e a todos que frequentam as escolas. “Para a RGE, é de extrema satisfação ações como estas, tendo em vista que a educação é de suma importância em nossa sociedade. Ficamos felizes em estabelecer mais essa importante parceria com o município de Cachoeira do Sul, que demonstra a sua preocupação com a infraestrutura das escolas e o bem-estar dos seus professores, funcionários e alunos. Sem dúvida nenhuma, é uma ação que não só traz economia, mas que também auxiliará na melhoria da qualidade do ensino do município. ”, comenta Eder.

Como contrapartida, a Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul irá aportar R$ 9,6 mil em ações de treinamento e capacitação e descarte de equipamentos, totalizando um investimento de R$ 855 mil. Todos os demais custos ficam a cargo da RGE que investirá o valor a fundo perdido, dentro do Programa de Eficiência Energética. As ações de implementação da nova iluminação e das usinas fotovoltaicas se iniciarão no mês de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *