Rua Tiradentes será mão única no sentido HCB /Fenarroz apartir de segunda-feira

O trânsito de Cachoeira do Sul terá alteração a partir da próxima segunda-feira (22). A partir desta data, a Rua Tiradentes, no sentido HCB/Fenarroz, será em mão única. A alteração inicia a partir da Rua Moron. Essa é a primeira de uma série de alterações que serão necessárias para atender ao fluxo de caminhões gerado pela Pradozem (antiga Cesa), que iniciou seu funcionamento neste mês de março. Desta forma, todos os caminhões que saírem da Pradozem devem pegar este trajeto para deixar a cidade. Neste momento, o trânsito é de cerca de 30 caminhões por dia, mas a expectativa é que este número aumente muito a partir de agora.

As definições sobre as alterações no trânsito aconteceram na manhã desta quarta-feira (17) entre a Secretária de Planejamento, Cláudia Scarparo, o engenheiro George Schreiner, a professora da UFSM, Vanessa Alves, o coordenador de trânsito de Cachoeira do Sul, Luis Carlos Romani e o acadêmico em Engenharia de Transportes e Logística, Jardel Carpes. Com dados de um estudo técnico da UFSM, o grupo definiu as primeiras alterações.

Já na tarde desta quarta-feira, o setor de trânsito inicia as modificações necessárias para alteração do trânsito. Entre elas está a pintura em amarelo do meio-fio do lado esquerdo da Tiradentes (sentido HCB/Fenarroz), pois será proibido o estacionamento deste lado da via, retirada dos contêineres para as ruas transversais e colocação da sinalização necessária para orientar os motoristas, incluindo a redução de velocidade de 40 km/h para 30 km/h. De acordo com Romani, nos primeiros 30 dias de implantação das alterações não haverá multa aos condutores. No entanto, a partir deste período não haverá mais advertência e começam a ser aplicadas multas caso aconteça descumprimento das novas regras.

Chegada e saída dos caminhões

A chegada dos caminhões deve ser pelo trevo do Horbach, seguindo pela Volta da Charqueada, Orlando da Cunha Carlos, Conde de Porto Alegre, Deoclécio Pereira, Félix da Cunha, até ingressar na Moron. A professora Vanessa ressalta que a conversão na Rua Deoclécio Pereira é uma definição provisória e que ainda está em estudo. Ela explica que é necessária a contagem de trânsito da Rua Conde de Porto Alegre antes de qualquer alteração na via.

A ideia inicial é de que o trânsito na Rua Conde seja apenas no sentido Fenarroz/Rua Moron. “Como estamos em bandeira preta, não podemos colocar pessoas na rua para fazer esta contagem. Além do mais, estamos em um momento em que o deslocamento das pessoas é menor, e isso poderia nos dar uma informação equivocada de sobre o movimento do local. Precisamos pensar no bem comum, e não apenas dos caminhões”, explica Vanessa.

Estudo da UFSM auxiliará projeto de pavimentação das vias

O estudo que está sendo feito pela UFSM/Cachoeira com relação ao processo de entrada e saída de veículos da Pradozem embasará ainda o projeto de pavimentação destas vias. Já existe a aprovação de um financiamento de R$ 4 milhões através do Badesul para pavimentação de todo trajeto de entrada e saída de veículos. “Toda rota será pavimentada, mas isso passa por diversos aspectos, entre eles a operação de cargas pesadas, o que interfere diretamente no tipo de pavimento necessário para suportar o peso diário que passará pelo local”, frisa a professora Vanessa Alves.

Entenda melhor:

Entrada dos caminhões: trevo do Horbach, seguindo pela Volta da Charqueada, Orlando da Cunha Carlos, Conde de Porto Alegre, Deoclécio Pereira, Félix da Cunha, até ingressar na Moron.

Saída de caminhões: Rua Moron, Tiradentes, Manoel Maurício Almada (lateral do terminal de ônibus), José Marcelino de Carvalho (muro da Fenarroz), Conde de Porto Alegre, Orlando da Cunha Carlos, Volta da Charqueada, trevo do Horbach.

O que muda no trânsito de Cachoeira: Rua Tiradentes, no sentido HCB/Fenarroz, será em mão única para todos os veículos. A alteração inicia a partir da Rua Moron e segue até a Fenarroz.

2 comentários em “Rua Tiradentes será mão única no sentido HCB /Fenarroz apartir de segunda-feira

  • 17 de março de 2021 em 19:11
    Permalink

    Quando será iniciada acampanha de imunização contra a H1N1?
    E de pessoas com 70 anos??
    Estas duas vacinas, podem ser utilizadas simultaneamente? Qual o efeito sinérgico destas vacinas juntas??
    Aguardo retorno, data e interacão medicamentosas. Os fabricantes se responsabilizam por isso??

    • 19 de março de 2021 em 14:01
      Permalink

      Esta no site da rádio, dia 12 de abril, tem que haver um intervalo de 14 dias

Fechado para comentários.