No Mato Grosso, além de Prefeitos e Vereadores, eleitores irão escolher 1 senador

Onze partidos oficializaram junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) o lançamento de candidatos próprios na eleição para uma vaga ao Senado representando o estado. O prazo para a definição das candidaturas acabou no sábado (26).

A eleição será em 15 de novembro, junto com o pleito nacional para prefeitos e vereadores em todas as cidades brasileiras. A eleição se dará devido à cassação, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do mandato da ex-senadora Selma Arruda. Eleita em 2018, Selma exerceu o mandato até abril deste ano. Desde então, o mandato vem sendo exercido pelo senador Carlos Favaro (PSD), segundo suplente na chapa da ex-senadora. Favaro é um dos 11 concorrentes a terminar o mandato, que vai até janeiro de 2027. Selma foi cassada por caixa 2 e abuso do poder econômico nas eleições de 2018.

Inicialmente, a eleição suplementar estava prevista para ocorrer no dia 26 de abril, mas foi adiada devido à pandemia de coronavírus.

Fonte: Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *