Videomonitoramento em Cachoeira passa por adequação para entrar em funcionamento

A Contel, empresa contratada pela Prefeitura para a instalação do sistema de videomonitoramento de Cachoeira do Sul, esteve na cidade para fazer as configurações finais nas câmeras. Das onze, sete estão prontas para operar, já tendo passado por testes. As outras quatro precisam de algumas adequações, especialmente relacionadas à energização. Mesmo as câmeras sendo instaladas em postes próprios, a fibra óptica utilizada precisa ser fixada nos postes da RGE e, portanto, a instalação deve respeitar o regramento da concessionária.

Depois de concluídas estas adequações, a Brigada Militar deverá disponibilizar o efetivo – segundo o projeto, 5 Policiais Militares – para trabalhar no monitoramento, que deverá ser feito 24h por dia e nos 7 dias da semana. A Contel também irá treinar os Pms para o trabalho.

A sala de videomonitoramento, construída pela Secretaria de Obras, e com doação de materiais da Cacisc, funcionará junto ao prédio do 35º BPM.

O valor licitado pela prefeitura para a instalação do sistema de videomonitoramento foi de R$ 365.632,71 através de emenda parlamentar do ex deputado José Otávio Germano

Onde estão instaladas as câmeras

– Posto do Loló;

– BR 153 (Trevo do Horbach);

– KM Zero (entroncamento da Imigrantes com a ERS 403);

– Rótula do Trevo do Clube Comercial (BR 153);

– Entroncamento da Avenida dos Imigrantes/Avenida das Nações/Acesso da Granol/Capão Grande;

– Rua 7 de Setembro (esquina com a Câmara de Vereadores);

– Curva da David Barcelos;

– Entroncamento da Avenida Brasil/Júlio de Castilhos/Bento Gonçalves (5 Esquinas);

– Rua Saldanha Marinho (próximo ao Supermercados Imec);

– Avenida Brasil/Alarico Ribeiro (Hotel União);

– Rua Saldanha Marinho (Colégio Marista Roque).

Converse com a Fandango