Dos 105 idosos testados em Casas Geriátricas de Cachoeira, nenhum apresentou Coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde testou, nos dias 19 e 20 (sexta e sábado), 105 idosos de cinco Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) da cidade, com idades entre 60 e 95 anos. As primeiras a serem testadas pela ação da Secretaria, que fará os testes rápidos nas 18 ILPI, foram o Residencial Bem Viver I, Lar de Idosos Longa Vida, Residencial Bem Viver II, Solar do Sossego Resort e Asilo da Velhice Medianeira.

Na ação, está sendo utilizado o teste rápido de anticorpos, mas também estão disponíveis para as equipes material para coleta de RT-PCR, se for necessário para testagem em assintomáticos. Dos 105 testados na primeira fase, nenhum apresentou resultado positivo. A testagem foi realizada por dois enfermeiros e um técnico de enfermagem da Secretaria de Saúde e quatro acadêmicas do curso de enfermagem da ULBRAConforme o secretário municipal de Saúde, Roger da Rosa, todas as casas geriátricas do município serão testadas seguindo um cronograma estabelecido internamente pelo setor de epidemiologia.

A IMPORTÂNCIA DA TESTAGEM

A ação de testagem é uma das estratégias da Vigilância Epidemiológica para realizar a busca ativa de casos suspeitos/confirmados em uma população mais vulnerável, interrompendo uma possível cadeia de transmissão. Os idosos com COVID-19 podem não apresentar sintomas típicos, como febre ou sintomas respiratórios, e os sintomas atípicos podem incluir mal-estar ou agravamento do mal-estar e tontura. A identificação desses sintomas deve levar ao isolamento do residente e posterior avaliação da COVID-19. Desta forma, a Secretaria colabora com os responsáveis técnicos dos estabelecimentos para evitar surtos.

Como os residentes são fixos nestes estabelecimentos, é possível fazer um mapeamento da situação atual, descobrir casos, encaminhar para assistência específica aos casos confirmados, evitando o agravamento para Síndrome Respiratória Aguda grave, ou até de óbitos. A não identificação de casos nas ILPI não torna essas instituições aptas para o relaxamento das medidas de prevenção do novo coronavírus, pois os idosos são um grupo de pacientes que devem ser monitorados diariamente.

Converse com a Fandango