Militares do Exército irão treinar em Unidades da CORSAN para manutenção dos serviços durante a pandemia

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) recebeu o reforço de 40 militares do Exército que prestarão serviços de apoio operacional a estações de tratamento de água. Visando à manutenção dos serviços em caso de afastamento de trabalhadores da Corsan por Covid-19, a iniciativa integra o plano de contingência da companhia para garantir o abastecimento em caso de comprometimento do quadro funcional nos pontos de tratamento e distribuição, considerando que a água é a primeira barreira no combate ao novo coronavírus.

Os militares atuarão no apoio às equipes, quando e se necessário, não estando aptos a realizar atividades como tratamento de água, uma vez que a responsabilidade sobre esse serviço é da Corsan.

Os treinamentos iniciam-se no dia 29 e ocorrerão em Alegrete, Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul e Esteio. Os militares serão distribuídos em grupos de dez pessoas por estação, sendo que cinco serão treinados pela manhã e os outros cinco, à tarde. O objetivo da distribuição é evitar a aglomeração de pessoas no mesmo local e, assim, minimizar riscos de contágio neste momento de pandemia.

Após o treinamento, os militares reforçarão as equipes, desempenhando atividades de apoio como jateamento de filtros, lavagem de decantadores, coletas de amostras, lavagem de vidrarias, preparação de materiais para análises microbiológicas e preparação de suspensões como cal e carvão.

O apoio ocorrerá sempre com a orientação e supervisão de técnicos da Corsan, que tomará todas as medidas de segurança e higienização necessárias, bem como viabilizará o acompanhamento de um responsável técnico pelas áreas de tratamento e de segurança do trabalho.

Converse com a Fandango