Produtores de Caçapava do Sul são orientados a vacinar animais, após registro de raiva bovina

Servidores da Secretaria Estadual da Agricultura estarão em Caçapava do Sul nas próximas semanas após a confirmação de um caso de raiva bovina no interior do município. O caso foi confirmado no último dia 25, em uma propriedade rural em Minas do Camaquã e agora os produtores são orientados a vacinar seus animais.

Com essa confirmação, segundo Brunna, a orientação é para que os produtores vacinem os animais. Se for a primeira imunização, são duas doses, com intervalos de 21 dias. O alerta é, principalmente, para produtores das localidades de Minas do Camaquã, Seival, Passo dos Enforcados e Guaritas.

Caso algum animal apresente sintomas de raiva (sinais nervosos, paralisia e salivação), o produtor deve notificar a inspetoria, e tomar cuidado ao manipular o animal. A raiva é uma doença que pode ser transmitida para os humanos.

O núcleo responsável por investigar casos de raiva bovina na Secretaria de Agricultura estará na cidade nos próximos dias para capturar morcegos hematófagos. A raiva não tem vacinação obrigatória, mas como há histórico de surtos em anos anteriores, é importante realizar a imunização pelo menos uma vez por ano. O último surto registrado foi em 2012.

fonte Gaúcha/ZH

Converse com a Fandango