Saúde Estadual irá realizar testes rápidos em hospitais e população economicamente ativa do RS

Com a abertura gradual das atividades econômicas no Estado,  a Secretaria Estadual de Saúde (SES) anunciou, nesta quarta-feira, que vai incluir a população economicamente ativa, além da comunidade hospitalar, na aplicação em massa de testes rápidos. A inclusão dos dois grupos só foi possível com a chegada de um novo lote, com mais de 85 mil testes, ao Rio Grande do Sul. A ampliação da testagem foi anunciada pela secretária de Saúde, Arita Bergmann,em videoconferência nesta quarta-feira.

“Estávamos priorizando trabalhadores da saúde e segurança sintomáticos. A partir deste novo lote encaminhado do Ministério da Saúde, vamos incluir hospitais e a população economicamente ativa. Estamos vendo, principalmente, pelas questões dos surtos que precisamos apresentar este teste para novos critérios”, apontou a secretária Arita Bergmann. Conforme ela, o Estado já recebeu ao todo 282 mil testes rápidos.

As inclusões, feitas pelas Prefeituras, de dados de casos positivados no sistema de monitoramento de coronavírus no RS iniciou nesta terça-feira. Por isso, é esperado que os números sejam elevados nos próximos dias. No entanto, o aumento expressivo dos casos confirmados não irá influenciar na determinação de “bandeiras de riscos” às regiões do Estado, uma vez que a avaliação também leva em consideração o número de mortes pela doença. As duas únicas regiões que devem ter uma releitura de suas bandeiras, de forma excepcional, são Passo Fundo e Lajeado.

 

 

 

fonte Correio do Povo

Converse com a Fandango