Hospital de Campanha quase pronto junto ao Salão de Festas da Igreja São José

Quem conhece o salão de festas da Igreja São José se surpreenderá com a estrutura montada no local que, a partir da próxima segunda-feira, estará apto a receber pacientes para triagem e tratamento de coronavírus. A empresa ST Tendas, de Esteio, concluiu em 10 horas (ainda na segunda-feira – 27) a colocação de todo o piso, divisórias, instalações elétricas e hidráulicas no local. Hoje, a equipe que está no local está apenas fazendo os ajustes nas divisórias e limpeza.

Com esta estrutura, serão oferecidos 14 leitos individuais, 39 leitos de enfermaria e 5 poltronas, somando 58 acomodações. O custo para montagem foi de R$ 108 mil, valor custeado com um recurso enviado pela Justiça, originado do pagamento de multas. O salão da Igreja São José foi cedido gratuitamente para abrigar o hospital de campanha.

 

Outras salas, que são utilizadas pelos movimento das Igreja São José, estão sendo preparadas para receber a parte administrativa, de descanso da equipe, almoxarifado, entre outros. Este trabalho está sendo feito pela própria equipe do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB).

Após a montagem d

a estrutura, o próximo passo é equipar o hospital de campanha com camas, colchões, poltronas, suporte de soro, cilindro de oxigênio, entre outros itens. De acordo com o diretor administrativo do HCB, Mauro Ferreira, grande parte do material já está pronto para ir para o hospital de campanha, mas há itens que ainda devem chegar nos próximos dias ou ainda estão em fase de confecção, como as capas para os colchões.

CONTRAPARTIDA –

 A cedência do salão do São José não teve custo. Em contrapartida a Prefeitura fez algumas melhorias no local. Entre elas estão: terraplanagem da área que servirá de estacionamento dos veículos ao lado do pavilhão e colocação de calcário, conserto da iluminação do prédio, conserto do piso, lavagem do forro e cercamento do local para isolar a residência dos padres.

Hospital de campanha só entra em funcionamento quando lotar o HCB

O hospital de campanha está sendo montado para servir de apoio ao HCB e só será utilizado a partir do momento em que os 40 leitos que o HCB preparou para atender aos pacientes suspeitos e com confirmação de coranavírus estiverem todos ocupados. “Queremos pecar pelo excesso. Que bom se não precisarmos usar nenhum dos leitos do hospital de campanha. Mas não podemos esperar o HCB estar lotado para tomar uma atitude. Aí, poderá ser tarde demais”, frisou o prefeito Sergio Ghignatti ao visitar o local na manhã desta terça-feira ao lado do Monsenhor Elcy Arboitte, que enfatizou a parceria da comunidade da Igreja São José em ceder o espaço sem custo. “A campanha da fraternidade deste ano nos traz o lema: Viu, sentiu compaixão e cuidou dele. Essa é nossa missão”destacou Arboitte.

Triagem segue na UPA até a utilização do hospital de campanha

A Central de Triagem para pacientes com sintomas respiratórios seguirá junto à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) até o hospital de campanha começar a ser usado, ou seja, após a lotação dos 40 leitos do HCB. Essa decisão foi tomada porque a equipe da triagem dará suporte também ao hospital de campanha.

Converse com a Fandango