Rio Grande do Sul registra 685 casos de coronavírus e 18 mortes

Foi confirmada, na noite desta segunda-feira (13), a oitava morte por coronavírus em Porto Alegre. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde.

A vítima é um homem, de 71 anos, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Clínicas. Diabético, ele começou a apresentar sintomas da covid-19 em 15 de março, ao retornar de uma viagem ao Rio de Janeiro. O idoso foi internado em 20 de março, cinco dias depois dos primeiros sintomas.

A sétima morte também havia sido confirmada nesta segunda-feira. A vítima é uma mulher de 87 anos, que tem histórico de doença hematológica (no sangue). A idosa estava internada na UTI do Hospital Ernesto Dornelles desde 29 de março, quando teve material coletado para testagem da doença . O exame realizado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) resultou positivo para covid-19.

A Capital tem 324 diagnósticos de coronavírus — 13 deles foram confirmados nesta segunda. Outros 430 casos seguem em análise, e 1.016 foram descartados. Um grupo de 145 pessoas foi diagnosticado como recuperado da doença até o momento. No RS, são 685 , com 18 óbitos.

Também nesta segunda, o Ministério da Saúde classificou Porto Alegre, no indicador de vigilância devido ao número de casos confirmados de coronavírus. De acordo com a avaliação do governo federal, consideram-se em emergência capitais que estão 50% acima da incidência nacional, que é de 111 casos por um milhão de habitantes. Porto Alegre tem 210.

O Rio Grande do Sul — com 685 casos e com 18 óbitos entre eles — continua em estado de alerta, a classificação mais branda do Ministério da Saúde.

 

 

Fonte Gaúcha/Zh

Converse com a Fandango