Governo do RS protocola projetos para contratação de especialistas em laboratório e médicos para SAMU

Dois projetos de lei foram protocolados em regime de urgência pelo governo para auxiliar no combate ao coronavírus. As medidas foram apresentadas pelo governador e secretários a deputados no Plenarinho da Assembléia Legislativa.

O primeiro projeto trata da contratação em caráter emergencial, por um ano, de 17 profissionais para reforçar o quadro da Vigilância em Saúde e do Laboratório Central do Estado (Lacen).  São especialistas em saúde nas áreas de Farmácia, Biologia, Enfermagem e Medicina.

Segundo o governador Eduardo Leite, a ideia é tornar mais rápidos os testes e diagnósticos do coronavírus no Rio Grande do Sul e aumentar o número de servidores que atendem no telefone 150 — número da Vigilância em Saúde.

O outro projeto é sobre a contratação de médicos reguladores do Samu. Os profissionais são responsáveis pelo atendimento de urgência e emergência e por avaliar quais recursos serão usados nos pacientes. A ideia é dobrar a gratificação dos médicos reguladores de 100% para 200%, tornando mais atrativo o valor oferecido pelo Estado.

Na justificativa do projeto, Leite disse que o RS possui 40 profissionais qualificados para o serviço, quando precisaria ter 70. Afirmou, ainda, que a central de regulação do Samu atende a 7,5 milhões de gaúchos em 269 municípios, o equivalente a 72% da população do Estado.

 

Fonte Gaúcha/ZH

Converse com a Fandango