Calor se intensificará nas próximas 48 horas no Estado

O ar seco e quente se intensifica no Sul do Brasil nas próximas 48 horas e causa a diminuição da umidade em várias localidades. A queda da umidade vai afastar ainda mais a chance de chuva. Na região da Fronteira a temperatura deverá chegar aos 41º graus. Na região Central em torno de 39º graus

As madrugadas e as primeiras horas do dia serão mais amenas, mas à tarde a temperatura sobe bastante. Portanto, a amplitude térmica ainda segue elevada. A sensação de calor é maior e consequentemente a evaporação será maior também, prejudicando ainda mais as áreas agrícolas que sofrem com a estiagem.

Na sexta-feira, 13, o sol ainda aparece com força no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul e não há expectativa de chuva.
As condições do tempo começam a mudar no Rio Grande do Sul a partir do próximo fim de semana.

Entre os problemas que o clima seco nos traz, os principais são os respiratórios, que nos tiram literalmente o ar. São vários os casos de pneumonias, sinusites, gripes, resfriados e alergias, que aumentam em quase 25% em períodos de tempo seco, sem contar a poluição, que atinge níveis críticos. Devido a esse acúmulo de poluentes com gases tóxicos que não conseguem se dispersar na atmosfera, ocorrem mais problemas, como dores de cabeça, irritações nos olhos, nariz e garganta, que pode ficar extremamente seca, e voz rouca, com possibilidade desenvolver inflamação na faringe.

Durante esse período de clima seco, alguns cuidados simples podem ser mantidos para não comprometer tanto a saúde, nos livrando de possíveis transtornos. O cuidado mais eficaz, simples e básico é ingerir bastante água, em especial crianças e idosos. Não espere sentir sede, pois nessa altura o corpo já apresenta sinais de desidratação. Além da água, a hidratação também pode ser feita com sucos naturais, água de coco e frutas.

Nossa pele também sofre muito com o ar seco. Se nosso organismo ficar muito tempo sem água, ele aproveitará a água que se encontra no corpo. Para as mulheres que estão amamentando, o cuidado é redobrado. Como o bebê ainda não toma água, a hidratação dele se dará exclusivamente pelo leite materno, por isso é fundamental que as mães não descuidem da sua própria hidratação.

Para evitar a irritação nos olhos e hidratar as vias nasais, use soro fisiológico, mas atenção: colírios somente com prescrição médica.
Para garantir hidratação e saúde da pele, evite banhos quentes e demorados e abuse de cremes hidratantes e filtros solares.

Converse com a Fandango