30 animais foram recolhidos em um mês pelo serviço de apreensão Secretaria Municipal de Meio Ambiente

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente já apreendeu 30 animais em um mês, após ter adquirido um reboque para transportar os bichos que são recolhidos em via pública. Na  quarta-feira (24), um cavalo, uma égua e um potro foram recolhidos no Alto do Amorim.

Cavalos, vacas, bois, touros e terneiros recolhidos estão sendo levados para uma área não divulgada para evitar furtos. De acordo com o coordenador do Cempra, Moisés Gastaldi, quando um animal é recolhido, o médico veterinário faz o auto de constatação da apreensão, registrando a raça, cor, características, onde foi localizado e situação física). São estas informações que ajudam na hora que os donos vão procurá-los. Em média, cada animal tem ficado três dias apreendido.

No local onde estão abrigados eles recebem atendimento veterinário, medicação e tratamento de ferimentos quando necessário, alimentação adequada com pasto, ração e água. Dos primeiros animais apreendidos ainda não foram resgatados duas éguas e um cavalo, todos adultos.

MULTA – Para resgatar seu bicho, o dono precisa procurar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (junto ao Zoológico) e apresentar documentos de identificação (RG e CPF) e comprovante de residência. Além disso, ele será autuado em R$ 500,00, tendo 20 dias para apresentar defesa. Se não apresentar defesa ou ela não foi aceita, a multa é confirmada. Se ela não for paga, o cidadão tem seu nome registrado em dívida ativa e pode ir para o SCPC.

Em caso de animais que ficam mais de 60 dias sem serem resgatado, eles podem ser destinados a uma ONG ou outra entidade onde possa ser utilizado para benefício da comunidade. Se não houver interessados, os animais irão a leilão ao preço de mercado.

Denúncias

As denúncias de animais soltos em via pública, principalmente em torno de rodovias, podem ser feitas diretamente pelo telefone 3724-6044. Os recolhimentos no período da noite são geralmente comunicados pela Brigada Militar quando é avaliado o risco de acidentes.

Converse com a Fandango