R$ 1,5 bilhão serão liberados em precatórios contra o União para moradores do Estado, a partir desta terça-feira

A partir desta terça-feira (9), 22.327 pessoas receberão no Rio Grande do Sul valores que, somados, equivalem a mais de R$ 1,5 bilhão. O dinheiro é referente a ações na Justiça contra o governo federal. Historicamente, a maioria dos processos tem relação com atrasados da Previdência Social.

O o Tribunal Federal da 4ª Região está avisando que chegou a hora do pagamento dos precatórios de 2019 devidos pela União, suas autarquias e fundações. Os pagamentos são relativos a processos vencidos entre entre 2 de julho de 2017 e 1º de julho de 2018.

O valor total para a região sul do Brasil é da ordem de R$ 2,8 bilhões. Serão pagos 35.152 precatórios, atingindo 41.696 beneficiários. Somente no Rio Grande do Sul, o total será de R$ 1.524.337.229,25. No Paraná, 11.073 beneficiários levarão 861.544.358,20 milhões. Em Santa Catarina, serão pagos para 8.296 pessoas um total de R$ 505.363.447,83 milhões.

Nos precatórios sem determinação de bloqueio judicial, não será necessário alvará para fazer o saque. Basta o beneficiário comparecer, a partir desta terça-feira, em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, conforme o caso. 

É necessário levar documento de identidade, CPF e comprovante de endereço. Se houver bloqueio judicial, é preciso a liberação da conta de depósito ou a expedição de alvará de levantamento pela vara que liberou o precatório.

Passo a passo para consultar se há valores para saque:

Conferência no site do TRF4, neste link

 

fonte Gaúcha Zh

Converse com a Fandango