Ônibus da TNSG são fiscalizados periodicamente pela Prefeitura de Cachoeira

A Prefeitura Municipal intensificou desde o início do ano de 2019 as fiscalizações aos veículos da concessionária de transporte coletivo de Cachoeira do Sul TNSG. O vice prefeito e Secretário Municipal de Obras, Cleber Cardoso, explica que anteriormente as fiscalizações eram feitas semestralmente. A partir do mês de novembro do ano passado, quando as reclamações começaram a aumentar, elas passaram a ser mensais. Agora, elas acontecem praticamente toda a semana.

Cleber enfatiza que para somar a esta fiscalização, a Prefeitura solicitou que a TNSG entregue um laudo atualizado da situação de cada um dos veículos. “Apesar do laudo mecânico ainda estar com o seu prazo de seis meses vigente, solicitamos um atualizado diante dos constantes problemas que tomamos conhecimento com relação a ônibus estragados”, conta Cleber.

Através de contrato emergencial, uma Prefeitura deve contratar nos próximos dias um engenheiro mecânico para auxiliar nas fiscalizações do transporte urbano de Cachoeira do Sul. Também está sendo nomeado em engenheiro elétrico aprovado no último concurso público.

MINISTÉRIO PÚBLICO – Diante da importância do assunto, na tarde da última quarta-feira, Cleber Cardoso e sua equipe técnica da Secretaria Municipal de Obras, tiveram uma reunião no Ministério Público Estadual com as promotoras Maristela Schneider e Débora Becker, onde foram apresentadas as medidas de fiscalização ao transporte coletivo. No encontro, as promotoras frisaram a importância do olhar atento do Executivo com relação ao assunto e garantiram que irão acompanhar os resultados das fiscalizações e a melhoria na prestação do serviço.

“O Município continuará suas ações de fiscalização. Já temos ações previstas para a próxima semana. Nossa missão é permitir que a comunidade seja atendida em termos de transporte coletivo de maneira satisfatória. Nosso objetivo com as fiscalização e autuações não é arrecadar o dinheiro das multas, mas sim buscar que a empresa encontre solução para a sequência de casos de veículos que são obrigados a pararem durante o transporte de passageiros”, justifica Cleber.

TNSG garante que está buscando solucionar os problemas

Na manhã desta quinta-feira, Cleber Cardoso recebeu Rogério Germanos, um dos diretores da TNSG. O diretor mencionou que a empresa vem trabalhando em busca de soluções para o problema. Entre elas está a contratação de um novo chefe da oficina, a contratação de uma empresa terceirizada para as revisões gerais e um novo funcionário para revisão e conserto da parte elétrica dos carros.

Balanço das fiscalizações (multa para 15 veículos)

Janeiro

– Multa para 6 veículos, totalizando 400 URMs. (TNSG ingressou com recurso e processo está na Procuradoria Jurídica)

Fevereiro

– Multa para 9 veículos, totalizando 490 URMs. (Estas ainda estão dentro do prazo para recurso)

– Cada URM tem o valor de R$ 65,96, assim, as multas somam o total de R$ 58.704,40

Converse com a Fandango