Projetos pré-selecionados de mobilidade urbana contemplam 15 municípios. Cachoeira ainda não foi contemplada

Destinado a financiar obras de mobilidade urbana, 17 propostas do projeto Avançar Cidades – Mobilidade Urbana foram pré-selecionadas e divulgadas nesta segunda-feira (10). A 12ª lista dos projetos contempla 15 municípios. O valor total das propostas é de R$ 103 milhões em investimentos.

Serão financiadas obras de pavimentação de vias urbanas, implantação ou requalificação de estações e abrigos para sistemas de transporte público coletivo, calçadas com acessibilidade, ciclovias, ciclofaixas, paraciclos e bicicletários, sinalização viária, iluminação, drenagem, arborização e paisagismo.

Essa é a terceira etapa do processo. Como o fluxo do programa não tem prazo limite para inscrição das propostas, à medida que novas cartas-consulta forem encaminhadas pelos municípios, e pré-enquadradas pelos agentes financeiros, serão publicadas no site do Ministério das Cidades.

A Prefeitura de Cachoeira se cadastrou no projeto, mais ainda não foi pré selecionada para se habilitar

Validação das propostas

As propostas que tiverem parecer favorável serão validadas pelos agentes financeiros. Após a validação, os municípios passam à etapa de seleção final. Até o momento, foram contempladas 59 propostas de 56 municípios, com valor total de investimento de R$ 459 milhões. Ao todo, o programa já pré-selecionou 849 propostas. O valor total por município varia de R$ 500 mil a 30 milhões, dependendo do número de habitantes.

Somente após a seleção final, os municípios têm até um ano para contratar a proposta com o agente financeiro. Os proponentes poderão acessar o financiamento em diversas instituições financeiras habilitadas no Programa Pró-Transporte. De acordo com a pasta, as dúvidas ou informações devem ser encaminhadas para o e-mail avancar.mobilidade@cidades.gov.br. O cadastramento de propostas para o Grupo 1 ainda está disponível.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério das Cidades

Converse com a Fandango