Bancada Gaúcha garante R$ 20 milhões para duplicação da Br 290

A bancada gaúcha em reunião realizada  terça-feira (30) em Brasília aprovou emenda impositiva do orçamento da União/2019 para duplicação da BR-290. A defesa para inclusão da emenda foi feita pelos deputados Henrique Fontana (PT) e Afonso Motta (PP). As emendas impositivas são aquelas em que o governo é obrigado a pagar. Para a 290, foram assegurados R$ 20 milhões.

No caso da BR-290, a notícia foi bem recebida pelas lideranças da região, que preparam para o próximo dia 9 um ato público, às margens da rodovia, na localidade do Piquiri, em Cachoeira do Sul.

A Associação Brasileira dos Usuários de Rodovias (ABUR), que iniciou o movimento tem o apoio de câmaras de vereadores e prefeituras, para que sejam retomadas as obras de duplicação desde Eldorado do Sul até Pantano Grande. O presidente da ABUR, Gerri Machado, salienta que foi dado um passo importante, mas muito ainda necessita ser feito pelas comunidades da região.

A decisão do ato público no Piquiri foi aprovada em audiência realizada no dia 11 deste mês na Câmara de Vereadores. No entendimento, das lideranças envolvidas é preciso manter a mobilização, para que o projeto tenha continuidade.

ATENÇÃO

A duplicação do trecho entre Eldorado do Sul e Pantano Grande teve início ainda em 2014, na área de 115,7 quilômetros. A previsão era de que os quatro lotes fossem finalizados em outubro de 2017. No entanto, nem todo o montante de R$ 580 milhões – previstos para a obra – foi repassado para a duplicação.

Conforme a Abur, somente R$ 53 milhões foram investidos por parte do Dnit. Pressionar o governo para a retomada dos trabalhos no local, portanto, é o principal objetivo da manifestação realizada às margens da 290.

Converse com a Fandango