Vereadores instalam CPI para averiguar balsa do Jacuí, cuja concessão é Federal e vai terminar em pizza

Foi realizada nesta sexta-feira (19) a reunião de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que irá da Câmara de Vereadores de Cachoeira que irá investigar o processo de concessão de transporte da balsa pelo Rio Jacuí durante a reforma da Ponte do Fandango neste ano. O presidente da comissão será o vereador Dr. Carlos Alberto (PP), a vice-presidente a vereadora Telda Assis (PT) e o relator o vereador Ronaldo Trojahn (PSB).

A vereadora Telda Assis defendeu que o vereador Ronaldo Trojahn não poderia participar da presente CPI, tendo em vista que o assunto pode ter desdobramento na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, pasta que o parlamentar era secretário à época dos fatos. Telda anunciou que irá apresentar solicitação à presidência da Casa para substituição de Trojahn na comissão. Em razão disso, os demais integrantes acordaram em aguardar a decisão para dar continuidade aos trabalhos.

A Comissão terá o prazo de 60 dias para apresentar suas conclusões. As reuniões da CPI serão às sextas-feiras, às 9 h, na Sala de Comissões da Câmara de Vereadores.

Conforme o Requerimento 438/18, aprovado em Plenário, os principais pontos a serem investigados serão sobre custo, licitação, fluxo de veículos, impostos e nota fiscal relativos ao serviço da balsa.

Converse com a Fandango