Moradores do Bairro Bom Retiro dizem que estão abandonados pela Prefeitura

Ruas cheias de buracos e intransitáveis, obra não concluída, alagamentos nas moradias e canalização da Corsan com problemas fazem parte da rotina das famílias residentes em dois bairros de Cachoeira do Sul: Bom Retiro e Barcelos. Há casos que os moradores desistiram de pedir providências e toda vez que está previsto chuva, todos sabem que a água vai invadir pátios e casas.

O caso é tão grave, que a dona de casa, Maura Fortes da Silva, 63 anos, pegou uma enxada e foi para a Rua Rui Ramos, no Bairro Barcelos, tapar os buracos. “Tive que fazer isto, porque não dava mais. Não tem como conviver com buracos que quebram carros e por onde a água vai para casas”, salientou falando a reportagem da Rádio Fandango AM/FM/Jornal O Correio, acrescentando que abriu uma valeta para água da chuva não atingir a moradia de um neto. “Consegui desviar para uma sanga”, disse ela.

Outra situação preocupante é enfrentada pela dona de casa, Selma da Silva Leal, 45 anos, moradora da Rua Francisco Barros de Lima, entre o Bairro Barcelos e o Bom Retiro. Em dias de chuva, a inundação transborda de um córrego e deixa sua casa ilhada. Nas paredes é possível ver a marca da água. “Não dá mais, não sei o que fazer. A Prefeitura tinha que canalizar tudo por aqui, porque estamos próximos ao Arroio Amorim”, revelou.

CRUZAMENTO

No cruzamento da Avenida Presidente Vargas com a Rua Rui Ramos (entre Barcelos e Bom Retiro), os moradores cansaram. Crateras no asfalto incomodam e em dias de chuva causam transtornos para pedestres e motoristas. Chama atenção que a Prefeitura iniciou uma obra de canalização e não concluiu. Tubos de um metro de comprimento por 60 cm de largura estão jogados nas sarjetas assim como tijolos.

Nas proximidades funciona uma escola municipal de educação fundamental (Maria Pacicco de Freitas) e uma escola infantil. “Estamos abandonados e não adianta a gente cobrar uma providência”, disse a dona de casa, Cátia Silva, moradora da Avenida Presidente Vargas.

O QUE FAZER   

A Secretaria de Obras informa que existe um trabalho sendo realizado em outros bairros, tem conhecimento da situação do Barcelos e do Bom Retiro, mas não existe ainda um prazo de quando haverá recuperação das ruas. Os dias de chuva impedem o trabalho com máquinas e obra de canalização.

Converse com a Fandango