Gaúcho pagará mais R$ 0,02 nos combustíveis por causa de mais uma elevação do ICMS

Uma nova alta no preço dos combustíveis ocorrerá a partir de 1º de agosto em razão de mais um aumento no índice da pauta de cálculo de ICMS do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Conforme o Sulpetro, a elevação de R$ 0,04 no valor base deverá pesar em mais R$ 0,02 no recolhimento de imposto. A taxa de ICMS é de 30% sobre o valor do produto.

O Sulpetro criticou o novo reajuste no Rio Grande do Sul, já que no Estado vizinho, Santa Catarina, o preço de pauta se manteve. “Aqui teremos mais um reajuste nos valores, sendo que o nosso imposto é ainda maior”, comentou o presidente da entidade, João Carlos Dal’Aqua

SEGUNDO REAJUSTE EM UM MÊS

Este é o segundo reajuste do valor da pauta de cálculo do ICMS para os combustíveis no RS no intervalo de um mês. No último dia 1º, o valor que serve de base para o cálculo do preço passou de R$ 4,40 para R$ 4,76, segundo números da própria administração do governador José Ivo Sartori. Na prática, isso significou num aumento real médio de R$ 0,11 nas bombas.

 

SAIBA MAIS

Os valores para base de cálculo do imposto no Estado serão conforme abaixo:

– Gasolina C – Passa de R$ 4,7657 para R$ 4,8038

– Gasolina Premium – Passa de R$ 6,3244 para R$ 6,3063

– Diesel S 10 – Passa de R$ 3,4365 para R$ 3,4261

– Diesel S 500 – Passa de R$ 3,3415 para R$ 3,3291

– Etanol (AEHC) – Passa de R$ 4,0540 para R$ 4,0158

– GNV – Passa de R$ 2,829 para R$ 2,8275

Converse com a Fandango