Cachoeira não quer duplicação da BR 290. Poucos participaram da audiência pública na Câmara de Vereadores

A audiência pública, realizada na manhã desta segunda-feira (25), na Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul, para tratar da duplicação da BR-290, não atraiu a atenção de lideranças da região. O ato promovido pela Frente Parlamentar Gaúcha, liderada pelo deputado federal Henrique Fontana (PT) reuniu poucas pessoas, mesmo assim os organizadores consideraram positivo o debate e que o município tem que se integrar à mobilização levada adiante por outras comunidades.

A audiência em Cachoeira do Sul deu continuidade à mobilização iniciada no município de Butiá e que na oportunidades contou com a participação de vereadores cachoeirenses. O próximo audiência ainda não tem data, mas será realizada em Uruguaiana

O empresário João Streit, da Indústria Screw, lamentou a pouca adesão ao encontro. No seu entendimento, Cachoeira do Sul precisa se conscientizar da necessidade da duplicação, iniciada em Eldorado Sul e possa chegar a Cachoeira do Sul. “A Screw escoa sua produção pela BR-290 e, por isto, estamos envolvidos nesta mobilização que vai significar desenvolvimento para toda a região”, afirmou.

A duplicação da BR-290 foi anunciada em 22 de outubro de 2014 em uma solenidade realizada com prefeitos da região às margens da rodovia, em Pantano Grande. Quatro consórcios venceram a licitação. A obra começou, mas não teve prosseguimento, a não ser o trecho da rodovia em Pantano Grande, onde está sendo construído um viaduto. A alegação é que faltaram recursos por parte do governo federal.

Para o deputado Henrique Fontana, a mobilização pela duplicação da 290 tem que ter a participação do governador José Ivo Sartori e de todos os segmentos da região. “Trabalhamos para que o governo federal destine pelo menos R$ 100 milhões para o reinício da obra e que no orçamento de 2019 sejam assegurados mais R$ 150 milhões”, salientou, acrescentando que o valor estimado para a duplicação é de R$ 748 milhões.

A audiência pública em Cachoeira do Sul não atraiu atenção das lideranças comunitárias, mas teve a participação de três vereadores do município de Butiá. A Prefeitura de Cachoeira foi representada pelo vice-prefeito, Cleber Cardoso, acompanhado do secretário de Governo, Luciano Lara. Também participou uma representação do Sindicato da Construção Civil.

 

 

 

 

com informações Jornal O Correio On Line

Converse com a Fandango