Ceasa-RS estima três dias para regularizar estoque

Serão necessários três dias para regularizar todos os produtos ofertados na Central de Abastecimento do Estado do Rio Grande do Sul (Ceasa-RS), segundo o presidente Ernesto Teixeira. Conforme ele, terça-feira a unidade estará em pleno funcionamento.

Nesta quinta-feira, diferente dos demais dias, o local abriu as portas com os boxes cheios de produtos e consumidores vindos de diversas partes do Estado. Conforme os vendedores, hoje o movimento deverá ser mais acentuado que ontem, já que muitos produtores estavam trancados nas estradas e conseguiram chegar em casa no feriado .

A quinta-feira, como apontaram os expositores normalmente, é o dia da semana com maior busca pelos produtos da Central. Porém, essa semana ser uma exceção. O gerente comercial, André Marcelo Muller, que também é proprietário de um box no local, espera que compradores da fronteira, por exemplo, cheguem hoje. Ele contou que estava com carretas paradas em Restinga Sera, Santa Rosa, Santa Catarina e interior de São Paulo.

Aos poucos tudo vai se normalizando. “Já chegaram duas carretas de cebola e as batatas são daqui, elas vêm de São José dos Ausentes”, informou.

O medo dele, assim como o do vendedor Márcio Machado, é de que uma nova paralisação ocorra na próxima semana. “Estão falando que segunda terá um novo protesto, então a gente fica preocupado”, detalhou. A notícia, que circula em grupos de troca de mensagens instantâneas de caminhoneiros, foi desmentida pelo presidente da Ceasa-RS. De acordo com ele, não há esse risco.

Converse com a Fandango