Prefeitura de Cachoeira reduz uso de veículos e aulas nas Escolas Municipais podem ser suspensas

A Prefeitura de Cachoeira do Sul a partir desta quinta-feira (24) vai restringir o uso de veículos devido à greve dos caminhoneiros e anuncia que poderá suspender aulas na próxima semana. A decisão foi tomada no início desta quinta-feira, em uma reunião do prefeito Sergio Ghignatti com secretários em seu gabinete. Em entrevista ao programa Cidade Aberta da Rádio Fandango AM/FM, Ghignatti  disse que a área da saúde está liberada apenas para transporte de pacientes em situação de urgência.

A medida afeta diretamente a secretaria de Obras, que a partir de agora, só irá movimentar máquinas em caso de extrema necessidade. “Este alerta será comunicado a toda a comunidade e espero também receber um relatório da Secretaria de Educação sobre a situação do transporte escolar”, afirmou, acrescentando que a suspensão das aulas pode ocorrer na próxima semana.

O prefeito também salientou que já manteve contato com a Transportes Nossa Senhora das Graças (TNSG) sobre a circulação dos ônibus. “Já conversamos e chegamos a conclusão de que haverá diminuição de coletivos, mas nos horários de movimento será garantido o transporte para a comunidade”, observou.

 

A Prefeitura recorreu à Promotoria sobre a situação do lixo. Havia uma decisão de entrar na Justiça para solicitar a liberação da passagens dos caminhões da Conesul, que levam o lixo da cidade para Minas do Leão. “Esta ideia ainda persiste, mas conversei com a promotoria de Cachoeira do Sul e, por enquanto, emergencialmente o lixo pode ficar no depósito no aterro existente na localidade de Ferreira”, revelou o prefeito.

Converse com a Fandango