Serviço de Inspeção Municipal de Cachoeira, pode liberar produtos para venda em todo o Estado

Com o propósito de estimular a produção e comercialização por agroindústrias locais de produtos de origem animal, Cachoeira do Sul obteve, nesta quarta-feira (25), o reconhecimento de equivalência para aderir ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf-RS).

A confirmação aconteceu após vistoria de técnicos do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação. Cachoeira é o 29º município do Rio Grande do Sul a se enquadrar no Susaf.

Segundo o fiscal estadual agropecuário, médico veterinário Diego Viedo Facin, ainda há necessidade de adequações, mas elas não impedem a adesão ao Susaf por parte do Sistema Municipal de Inspeção (Sim) da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária. “Vamos providenciar os ajustes apontados pelos fiscais do Dipoa em até 60 dias” projeta o secretário Ronaldo Tonet.

Empreendedores agroindustriais podem obter mais informações sobre o enquadramento ao Susaf junto da Smap, na Rua Gabriel Leon nº 1109.

O que é Susaf?

O Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte, regulamentado pelo Decreto Estadual n° 49340 de 05 de julho de 2012, permite, aos estabelecimentos industriais registrados nos serviços de inspeção municipais, o comércio dos produtos de origem animal em todo o território do estado do Rio Grande do Sul, o que só caberia àqueles registrados na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) por meio do Serviço Estadual de Inspeção (CISPOA). Para que os municípios obtenham a adesão ao Susaf é necessária a comprovação da equivalência dos seus procedimentos de inspeção e fiscalização.

Converse com a Fandango