Planos de saúde podem passar a cobrar franquia

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou que a partir do segundo semestre, as operadoras de planos de saúde poderão cobrar dos segurados franquia de um valor equivalente ao da mensalidade, em mecanismo similar ao praticado no mercado de seguros de veículos.

O Diretor-executivo considera que o pagamento da franquia sirva para resguardar as pessoas de doenças graves que talvez possa consumir com o patrimônio da família.

Segundo o especialista: “a franquia permite que você esteje coberto sempre que você tiver uma despesa muito alta. As primeiras despesas sai do seu bolso e em troca, o convênio fica mais barato”, explica. Ele destaca que nos EUA existe há 17 anos uma conta-poupança de saúde, na qual a pessoa deposita numa poupança o valor da franquia. Caso não seja utilizado no ano, o valor é acumulado para o ano seguinte ou até mesmo após determinado tempo poderá o consumidor sacá-lo. Ele afirma que seria vantajoso para o Brasil algo parecido.

Do ponto de vista do consumidor, a Maria Inês Dolci afirma que o cliente pode ser prejudicado caso ele não entenda os mecanismos e utilização do plano e das novas normas. “O consumidor tem que saber o custo de tudo, para não ser surpreendido. É necessário transparência”, afirma.

A previsão é que nova norma entre em vigor em junho.

Converse com a Fandango