Estação Outono começa nesta terça-feira, no hemisfério sul

A estação outono começa às 13h15min desta terça-feira (20) no hemisfério Sul, sem notícias animadoras para as zonas do Rio Grande do Sul que sofreram com a estiagem ao longo dos últimos meses.

A projeção dos institutos de meteorologia é que a nova estação se caracterize, no sul do Brasil, por chuvas abaixo da média histórica, a exemplo do que já ocorreu nos últimos meses

— O acumulado total vai aumentar na comparação com o verão, mas vai ficar abaixo do esperado para o outono. A expectativa é que as chuvas migrem para áreas mais a norte – avisa a meteorologista Amanda Souza, da Somar Meteorologia.

As temperaturas para o trimestre devem ser amenas, mais baixas do que o normal, ainda que as mínimas se elevem um pouco nas próximas semanas, subindo para a faixa dos 15ºC. As máximas, no entanto, devem ficar abaixo dos 27ºC entre o final de março e o começo de abril. Para a segundo quinzena de abril, são esperados períodos dias frios no Estado.

— O outono vai ser mais parecido com o que a estação pede do que em anos anteriores, quando a estação foi mais quente — diz Amanda.

Durante o verão, o tempo no Rio Grande do Sul foi atípico, influenciado pelo fenômeno La Niña, que, além da pouca pluviosidade, segurou as temperaturas. Não houve grandes ondas de calor. Curiosamente, mais quente veio nos estertores da nova estação, no último domingo: Campo Bom registrou 38,4ºC e a Capital foi a  36,4ºC, a marca mais alta desde dezembro de 2016.

O outono, com suas temperaturas mais baixas, pode favorecer a proliferação de agentes causadores de alergias. Além disso, a pela fica mais seca e suscetível a rachaduras. Alguns cuidados ajudam a atravessar o período sem problemas de saúde:

1) Mantenha os níveis de hidratação do corpo
No verão nos preocupamos muito com a hidratação, pois perdemos muito liquido. No outono não é diferente. O consumo de líquidos é essencial, principalmente de água.

2) Evite longa permanência em locais fechados
A proliferação de alguns vírus é ainda maior nessa época do ano. Locais fechados favorecem isso. É importante sempre deixar janelas abertas e permitir que o ar se renove.

3) Lave sempre as mãos
Lavar as mãos deve se tornar um hábito, não somente durante a troca de estações. Estamos em contato com diversos objetos que podem estar contaminados, por isso é imprescindível lavar as mãos com água e sabonete líquido, de preferência, e sempre que possível fazer uso do álcool em gel para finalizar.

4) Mantenha uma alimentação balanceada
As síndromes gripais, mais comuns durante a estação, acometem principalmente crianças e idosos por conta do sistema imunológico frágil. Ter uma alimentação equilibrada com os nutrientes e vitaminas necessárias evita que o corpo fique suscetível a contaminações.

5) Hidrate bem a pele
É comum notarmos que a pele fica mais seca com a chegada do outono. Isso pode acarretar rachaduras e irritações que desenvolvem alergias na pele. O ideal é usar um hidratante específico para o rosto e outro para o corpo. Banhos quentes também devem ser evitados, pois favorecem o processo de ressecamento da pele.

fonte Rádio Gaúcha

Converse com a Fandango